Artigos & Papers

Vídeo online e novas tecnologias

Com a expansão da internet na América Latina e o surgimento de novas plataformas, a forma de consumir o conteúdo midiático se transformou e um novo cenário está se consolidando. Hoje, a internet já abrange 54% dos latino-americanos , resultado de um crescimento de 26% nos últimos cinco anos. Ainda existem diferenças entre os países – enquanto o Chile é o país com a maior proporção de internautas, onde mais de dois terços da população pesquisada acessou a internet nos últimos sete dias, a Venezuela apresenta a menor aderência, onde menos de um terço do país usa a plataforma.

Vídeo online

Target Group Index Latina – Y14 w1+w2 – Acessou internet nos últimos 7 dias.

Uma das principais atividades dos internautas é assistir ou baixar vídeos. No Equador, mais da metade realiza a prática e, na Colômbia, país onde a internet é mais abrangente, a ação chega a 60% dos usuários de internet. No Chile, apesar de o país apresentar a maior proporção de internautas, o consumo de vídeo online é mais baixo.

Vídeo online

Target Group Index Latina – Y14 w1+w2 – Filtro: Acessou internet nos últimos 7 dias.

Uma vez que o tempo parece cada vez mais escasso, visto que mais da metade da América Latina considera mais importante ter tempo livre do que ganhar dinheiro e 62% acredita que nos dias de hoje é importante fazer várias tarefas de uma vez, o consumo de meios está se tornando mais dinâmico e se adaptando à rotina de seus consumidores.

Uma nova forma de assistir vídeos que está ganhando adesão é o on demand, que permite que os espectadores assistam ao conteúdo nos horários mais adequados de seu dia a dia. Existe um potencial de crescimento para o formato na América Latina, já que a tecnologia abrange 3% da região e, no Chile, 5% utilizam o serviço. Entre os usuários de vídeo on demand, a forma mais comum de acessar é pela internet, a qual 2/3 utilizam, à medida que 58% assistem pela provedora de TV por assinatura. No Brasil e na Venezuela, o acesso pela TV por assinatura é mais usual do que pela internet.

Outra tecnologia que está se desenvolvendo no mercado é o DVR, uma forma de gravar o conteúdo televisivo para que os usuários assistam aos programas em horários diferentes dos que foram exibidos. Assim como o on demand, o formato está aos pouco ganhando adesão na América Latina, onde 3% tem o hábito de gravar programas de televisão. Entre os que gravaram conteúdo, 64% utilizou o serviço da televisão por assinatura, as quais disponibilizam a opção aos assinantes, 16% usou o gravador interno do aparelho de televisão ou DVD e 15% o fez pelo próprio aparelho.

Video online 3

Ainda que as novas tecnologias ocupem um tímido espaço na América Latina, a monitoração dessas plataformas, assim como o consumo de mídia online, é muito relevante, já que 40% da população trata de se manter em dia com os avanços tecnológicos, 76% consideram importante estar bem informado, e 27% pagaria o que fosse por um aparelho eletrônico que realmente quisesse.

Video online 4

 

Cobertura Target Group Index Latina – Y14 w1+w2:

ARGENTINA: Capital Federal/GBA, Buenos Aires/Córdoba, Cuyo/ NOA, Litoral e Sul

BRASIL: Regiões metropolitanas: Brasília (DF), Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, São Paulo – Interior e Sul/ Sudeste – Interior.

CHILE: Grande Santiago

COLOMBIA: Bogotá, Medellín, Cali, Barranquilla, Bucaramanga, Pereira

EQUADOR: Guayaquil, Quito. Amostra: 2.003

MÉXICO: México City (D.F.), Guadalajara, Monterrey e Balanço de 25 cidades

PERU: Lima

VENEZUELA: Caracas, Maracaibo, Barquisimeto, Valencia, Maracay, Puerto La Cruz/Barcelona